Ipem participa de audiência pública em Petrolina para discutir preço de combustíveis

O Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE) participou, nesta quarta-feira (27), na Câmara Municipal de Petrolina, de uma audiência pública para discutir o alto preço dos combustíveis na cidade. O debate foi proposto pelo vereador Ronaldo Cancão (PTB) e reuniu entidades representativas do setor, além de políticos, Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Polícia Federal (PF), Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon) e membros da sociedade civil.

De acordo com o propositor da audiência, o vereador Ronaldo Cancão, a população tem cobrado um posicionamento da Casa Legislativa, pedem um preço que seja adequado para a sociedade.

A gerente regional do Ipem-PE, Susan Turuda, falou da atuação do órgão. “Fazemos ações com o Ministério Público e com o Prodecon. Como Petrolina está com um preço muito alto em relação ao resto do país, a gente tenta garantir pelo menos que a quantidade de combustível que o consumidor está comprando é o que ele está levando para casa. Fizemos recentemente uma ação conjunta com o Prodecon. Eles averiguaram a questão do valor e a gente verificou se não havia algum tipo de fraude em relação à liberação do combustível para o consumidor”, explicou.

Diariamente, as equipes de fiscalização do Ipem-PE verificam as bombas dos postos de combustíveis dos municípios do Estado de Pernambuco por meio das suas regionais. No combate às fraudes metrológicas o Ipem criou em 2018 a “Operação Olhos de Carcará”, como forma de proteger o consumidor pernambucano.

O consumidor que desconfiar ou encontrar irregularidades pode recorrer ao serviço da Ouvidoria, pelo telefone 0800 0081 15 26, de segunda a sexta, das 8h às 14h, ou enviar e-mail para: ouvidoria@ipem.pe.gov.br.